segunda-feira, 17 de março de 2008

Qual foi o veredicto?


O grande líder da Fenprof tinha feito um ultimato à Minsitra da Educação : "a última oportunidade para provar se merece ou não estar à frente do Ministério". O prazo acabou na sexta-feira passada. Estamos curiosos para saber qual foi o veredicto.
Será que vivemos num "Estado sindical", onde os ministros respondem politicamente perante os sindicatos da sua área de competência (como se fossem comissários sindicais), e não perante o Parlamento e os eleitores?
Haja paciência!

2 comentários:

dina disse...

Pelo que se viu, nem no Parlamento responde...

Miguel Lomelino disse...

Quanto a mim, no ministério devem estar a fazer horas extraordinárias a ver como é que hão de "tramar" a vida à professora. A não demissão da Ministra só prova o que Sócrates é, um verdadeiro zero à esquerda.